Parque Ibirapuera

O Parque Ibirapuera é um dos ícones da cidade e seu mais conhecido espaço verde. Ah, sim, verde e arco-íris!

A proporção de homens malhados e sem camisa é grande. A paquera rola em quase todos os trechos do parque e é mais intensa no final da tarde.

Outra prova da diversidade, inclusive dentre LGBT, que o lugar proporciona são os Rolezinhos do Beijo, que são realizados nas tardes e noites de domingos, na marquise (extensa área coberta que liga os principais museus).

São milhares de jovens (fala-se em até 20 mil no somatório de um dia) vindos principalmente da periferia paulistana e que se divertem ao som de funk e pagode. O nome do evento é uma descrição: o lema é "beijar até a boca doer".

Aproveite também para curtir as opções culturais que ficam aí, tais como o Museu de Arte Moderna, o Museu Afro-Brasil, o Museu de Arte Contemporânea e a Oca, que sempre apresenta exposições concorridas.

No prédio da Bienal, se realizam, em março e outubro, os desfiles da São Paulo Fashion Week, que atrai gays de várias partes do país. Shows de música ao ar livre também recheiam a agenda do Ibirapuera. 

Foi eleito pelo Traveller's Choice 2014, do site TripAdvisor, o 8º melhor parque do mundo e melhor do Brasil.

Inaugurado em 1954, o Ibirapuera tem 1,5 milhões de metros quadrados e é o mais visitado da cidade - chega a receber 150 mil pessoas no fim de semana. 

Avenida Pedro Álvares Cabral / Avenida República do Líbano / Avenida IV Centenário.
Segunda a domingo, 5h à 0h.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.