Com romance gay, peça 'Somos Tão Jovens' reestreia em SP

Espetáculo faz temporada no Teatro Augusta até 4 de novembro

Publicado em 05/10/2018
Somos Tão Jovens: peça dirigida por Ricardo Grasson tem romance gay e homofobia e faz temporada no Teatro Augusta. Foto: Laércio Luz
Elenco fez ensaio sexy e divertido para divulgar o espetáculo. Fotos: Laércio Luz

Romance gay e homofobia são dois dos temas que perpassam Somos Tão Jovens, espetáculo que reestreia em São Paulo neste sábado 6.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

Escrita por Vinícius de Oliveira e dirigida por Ricardo Grasson, a peça entremeia a vida de seis jovens, que passam por conflitos, angústias e descobertas. 

O espetáculo Garotos, de Leandro Goulart, o filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro, e o livro As Meninas, de Lygia Fagundes Telles, serviram de inspiração a Oliveira, assim como a canção Tempo Perdido, um clássico da música brasileira e uma das melhores traduções da juventude, gravado pela Legião Urbana.

"Na criação da dramaturgia, essas obras funcionaram como impulsionamento e uma forma de costurar a trama que estava sendo criada", conta o autor.

Peça Somos Tão Jovens tem casal gay e homofobia. Foto: Laércio Luz

"Histórias que aconteceram comigo e com pessoas próximas também serviram como propulsores. É um espetáculo que cativa jovens que vivem essas cenas no dia a dia, e até de pessoas mais velhas, que passaram por esses momentos em algum ponto da vida", explica Oliveira.

Para Grasson, a montagem conversa muito bem com os dias atuais, aposta na simplicidade e na mensagem direta para o jovem. "A peça aborda temas que não são muito falados em casa; o teatro tem essa característica de mostrar a vida como ela é, ativa questionamentos sobre o mundo. Não importa se é um clássico ou contemporâneo, o bom do teatro é falar do ser humano e todas as camadas que o envolvem."

Cenário e figurinos colocam os personagens inseridos no cotidiano como um apartamento, um bar, elementos de uma grande metrópole que poderia ser em qualquer lugar do mundo.

Peça Somos Tão Jovens fala de casal gay e homofobia no Teatro Augusta

"Todos esses recursos cênicos ajudam a exibir o cotidiano desses personagens e de todas as tramas dessa juventude", afirma o diretor. "É uma forma de transportar o mundo para o palco e proporciona a empatia direta e rápida do público."

"Durante o processo, houve um diálogo com os atores em todos os aspectos, uma maneira de alimentar o trabalho da direção e atuação, os dois lados caminharam bem para trazer um novo frescor", diz.

Somos Tão Jovens faz temporada aos sábados e domingos no Teatro Augusta até 4 de novembro. Mais informações você tem em nossa Agenda clicando aqui.

Peça Somos Tão Jovens fala de casal gay e homofobia no Teatro Augusta. Foto: Laércio Luz

 


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.