Autoficção de Sergio Blanco conduz a peça 'A Ira de Narciso'

Idealizado por Celso Curi, espetáculo tem Gilberto Gawronski e faz temporada no Sérgio Cardoso

Publicado em 02/08/2018
Gilberto Gawronski vive Sergio Blanco em A Ira de Narciso. Foto: Celso Kuri
Gilberto Gawrosnki concorre ao Prêmio Shell por esta atuação. Foto: Celso Curi

Reestreia neste sábado 4 em São Paulo o monólogo A Ira de Narciso, escrito por Sergio Blanco e estrelado por Gilberto Gawronski.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

O espetáculo é descrito como um autoficção, ou seja, coloca o próprio autor franco-uruguaio como personagem central da trama.

Na história, Blanco está em Liubliana, Eslovênia, para dar uma palestra sobre o mito de Narciso.

No quarto 228 de um hotel, o escritor se prepara para a conferência. A narrativa mistura esta ação com os encontros que o autor tem com um jovem esloveno e a descoberta de uma mancha de sangue no carpete que revelará os detalhes macabros de um crime.

A Ira de Narciso conduz o espectador em um labirinto do eu mesmo, da linguagem e do tempo, enquanto aborda questões, tais como sexualidade, morte, solidão, desespero, vício, linguagem e beleza.

Responsável pela tradução e idealizador do projeto, Celso Curi diz que enlouqueceu quando viu a montagem original da peça dirigida pelo próprio Blanco e estrelada por Gabriel Calderón.

"Mostrei o texto para o Gilberto Gawronski - de quem sou fã e amigo - e ficamos um bom tempo enamorados pela Ira, discutindo a obra como se fizéssemos parte de uma seita", conta.

Gilberto Gawronski em A Ira de Narciso. Foto: Marcelo Almeida
Peça faz temporada de sexta a domingo no Teatro Sérgio Cardoso. Foto: Marcelo Almeida

"Fazer Sergio Blanco é um desafio que justifica os 40 anos de palco que venho me dedicando nesta existência", revela Gawronski, indicado ao Prêmio Shell de Teatro 2018 como melhor ator por este espetáculo.

Yara de Novaes, que dirige a montagem, diz que "trabalhar com Gilberto e Celso na mesma sala de ensaio é um constante aprendizado sobre o que é a vida no teatro, sobre o que é ser artista brasileiro, sobre o amor inconteste pela arte!".

Blanco passou infância e adolescência em Montevidéu e vive hoje em Paris. Suas peças já foram traduzidas para inúmeros países e que lhe renderam diversas indicações e prêmios pelo mundo.

A Ira de Narciso faz temporada de sexta a domingo no Teatro Sérgio Cardoso até 19 de agosto. Mais informações, como horários e valores, você tem em nossa Agenda clicando aqui.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.