Eleições 2016
Informações para o voto LGBT se fortalecer nesse grande momento da democracia

São Paulo elege gay de direita e tem bissexual na 1ª suplência

Psol teve três candidaturas LGBT com mais de 8.500 votos cada

Publicado em 02/10/2016
holiday dem gay isa penna psol
Fernando Holiday, do DEM, concorreu com número 25.024. Isa Penna é do Psol

Vitória de um homossexual e à direita em São Paulo: o candidato democrata Fernando Holiday, figura importante do Movimento Brasil Livre (MBL) e gay assumido, conquistou vaga na Câmara Municipal com 48.055 votos, sendo o 13º mais votado. O futuro vereador concorreu com o número 25.024.

 Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook 

O MBL foi um dos principais organizadores de manifestações pelo impeachment de Dilma Rousseff (PT).

Pela esquerda, a bissexual Isa Penna ficou como primeira suplente da coligação Psol/PCB por seus 12.439 votos. Tido como aposta pelo PP, o transexual Thammy Miranda obteve 12.408 votos, quantidade insuficiente para vencer. A transexual e lésbica Professora Luiza Coppieters (Psol) chegou à marca de 9.744 votos. 

O publicitário Todd Tomorrow (Psol) teve 8.640 votos; a apresentadora Léo Áquilla (PTN), 5.146; Dicesar (PMDB), 2.932; André Pomba (PV), 2.062. 

Os dois integrantes do PCdo B, Angela Meyer e Fernando Quaresma tiveram, respectivamente, 551 e 320 votos. A petista Bel Sá recebeu 438 votos. Já a transexual Valéria Rodrigues (PCdoB), 57. 


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.