Primoroso, livro de contos 'Terezinha' fala de LGBT e suas dores

Escrita por Josué Souza, obra reúne 17 pequenas histórias que abordam religião, prostituição e amores não correspondidos

Publicado em 24/07/2016
Terezinha e outros contos de literatura queer de Josué Souza
O autor, Josué Souza, em tarde de autógrafos em São Paulo

Por Marcio Claesen

Os excluídos e os que não se adequam às normas da sociedade e gêneros pré-estabelecidos são o foco de Terezinha e Outros Contos de Literatura Queer, de Josué Souza, lançado pela Hoo Editora este ano.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

Por meio de 17 contos, o autor passeia por diversos temas e extrapola a forma da escrita, mistura realidade e ficção, em meio a muito lirismo e personagens cativantes do cotidiano.

Fã declarado de Clarice Lispector (1920-1977), Josué deixa a presença da escritora ucraniana naturalizada brasileira clara em várias passagens, inclusive no título de um dos contos, o belo "O menino que se via Clarice". Já "Braguilha" poderia muito bem ter sido escrito por Nelson Rodrigues, no qual, de forma sofisticada e debochada, o autor discute conceitos de moralidade.

As declarações de amor a nomes famosos são deliciosas. O escritor e jornalista João Paulo Cuenca é o alvo de "Só Cuenca pra escrever meu amor", que conjectura sobre o termo "cara de cu" enquanto mostra as agruras de um universitário em meio a decisões questionáveis do sistema educacional.

Em "Encabulada", o objeto de desejo de uma travesti é Capitão Nascimento, personagem icônico vivido por Wagner Moura em Tropa de Elite (2007). Em texto propositalmente sem pontuação, a narrativa da prostituição nas ruas parece ainda mais dolorida e espinhosa.

O ato de assumir a real identidade de gênero é visto por elegantes metáforas, seja por meio do teatro ("Terezinha", um dos melhores do livro) ou a literatura ("Resquícios de fantasia e foliões"). 

Outro ponto alto da obra é "Se deixarem Deus me olhar de frente", no qual, mais uma vez o autor subverte a escrita para mostrar a intolerância e a hipocrisia de religiosos. 

Dentre amores e dores, aceitação e renúncias, o livro de Souza mostra técnica apurada e fala dos e atinge especialmente aos LGBT, mas pode ser lido por qualquer um que se identifique com as dificuldades de inserção social, afetos sufocados e da luta por ser quem realmente se é.

Terezinha e outros contos da literatura queer, de Josué Souza

 

Terezinha e Outros Contos de Literatura Queer

Josué Souza
Hoo Editora
141 páginas
2015
R$ 29,90 no site da editora clicando aqui.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.