A favor de LGBT, Smirnoff pede fotos de careta para os caretas

Marca de vodcas fez belo vídeo repleto de beijos gays e lésbicos e lançou hashtag nas redes sociais

Publicado em 28/06/2017
Smirnoff lança vídeo com beijos gays em campanha pró-LGBT
Vídeo foi realizado em locais de São Paulo e Curitiba. Foto: Reprodução

O Dia Internacional do Orgulho LGBT, celebrado nesta quarta-feira 28, ganhou o apoio de uma das vodcas mais famosas e consumidas no País.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

A Smirnoff lançou um vídeo recheado de beijos de pessoas do mesmo sexo para promover a tolerância. Ao fim das imagens, pessoas não identificadas, nas ruas de São Paulo e Curitiba, mostram surpresa e repreensão pelos beijos gays e lésbicos.

A marca, então, lança a campanha com a hashtag #caretaproscaretas, incentivando os usuários das redes sociais a tirar fotos fazendo caretas em reação aos intolerantes que demonstram desconforto com cenas de amor homossexuais.

"O propósito de Smirnoff é movimentar o mundo para a inclusão. Por isso, acreditamos em ações que possam estimular conversas sobre a importância da diversidade", afirma o gerente de marketing de Vodkas, João Matos.

"O curioso nas reações é que mesmo nas demonstrações mais ternas de afeto, havia uma reação em quem passava. O que desmistifica aquela coisa de 'ah, eu não beijo assim em público'. Mesmo um pequeno gesto, incomoda muito", afirma André Kassu, sócio e CCO da CP+B, que produziu a campanha.

A ação faz parte da campanha #umbrindeavidareal, que a marca lançou em 2014 com iniciativas e campanhas que promovem a conscientização sobre a diversidade, como a #pridetag em 2016, hashtag criada com as cores da bandeira LGBT que convidava o público a responder o que dava mais orgulho na bandeira da causa, e como a iniciativa global lançada no último Dia Internacional da Mulher, que propõe mais equidade de gênero na música eletrônica.

 


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.