Comer nozes aumenta quantidade de esperma, diz estudo

Pesquisa acompanhou dieta de 119 homens por 14 semanas

Publicado em 06/07/2018
Comer nozes e castanhas aumenta produção de esperma, diz pesquisa
Nozes, avelãs e castanhas são ricas em selênio, zinco e vitaminas C e E

Quer repetir aquelas cenas de filmes pornôs com um jorro imenso e cinematográfico de esperma na hora do clímax? Então coma nozes.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

Um estudo apresentado esta semana na Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia em Barcelona, Espanha, identificou que o consumo de nozes diariamente aumenta a produção de esperma.

Mais
>>> Molécula encontrada no esperma pode prolongar a vida

Por 14 semanas os cientistas analisaram 119 homens entre 18 e 35 anos. Eles foram divididos em dois grupos - um comia 60 gramas de avelãs, nozes e amêndoas todos os dias em meio a uma dieta "ocidental". O segundo grupo não consumia as frutas oleaginosas. 

O grupo que ingeria as frutinhas "teve melhoras significativas na contagem, vitalidade, motilidade e morfologia do esperma", afirmou o coautor do estudo, Albert Salas-Huetos da Universidade Rovira i Virgili da Espanha à Agência France-Presse.

"Além disso, os indivíduos do grupo de nozes também mostraram uma redução significativa em seus níveis de fragmentação do DNA espermático, um parâmetro intimamente associado à infertilidade masculina", explicou.

Os resultados foram consistentes com a melhora espermática observada em outros estudos que analisaram dietas ricas em ômega-3, antioxidantes como vitamina C e E, selênio e zinco e folato. As nozes são ricas em muitos desses nutrientes.

Todos os indivíduos que participaram da pesquisa eram saudáveis e férteis. São necessários mais estudos para saber se o consumo de nozes pode ajudar homens inférteis.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.