6 comerciais sexy que não passariam na TV de novo no Brasil

Anúncios que gays adoravam nos anos 1980, 1990 e 2000 seriam chamados de imorais hoje em dia

Publicado em 29/10/2018

6 comerciais (propagandas) antigos sexy que não passariam mais na TV

Não há dúvida de que homossexuais têm muito mais direitos e apoio da sociedade que décadas atrás no Brasil. No entanto, a TV de antes era bem mais sexy e aberta a exibir as delícias do corpo masculino.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

Nos últimos anos, temos visto os "guardiões da família" fazerem alarde por menções a sexualidade seja em exposições, performances ou novelas. 

Nesse ambiente de policiamento, as camisas se fecharam e os zíperes não desceram mais.

Lembremos os bons tempos! Eis seis anúncios publicitários que passavam no intervalo dos principais programas de TV no Brasil nas últimas três décadas e que hoje provocariam alucinações e arrepios (não sabemos onde) no povo do MBL:

1. Cuecas Hering
Famoso por filmes da pornochanchada nos anos 1970, o ator Danton Jardim tem sua cueca mostrada em demorado close no comercial de 1981. Que indecência, não?

2. Toalhas Artex
Um pequeno clássico do fim dos anos 1980, o anúncio, mostra um modelo totalmente nu sendo observado por uma curiosa cheia de desejo. Certeza que isso causaria mais comoção que um beijo de duas anciãs hoje em dia:

3. Cuecas Zorba, anos 1980
Aqui o teor não é sexy, mas de humor. Por isso mesmo, talvez fosse até pior: dá até pra imaginar Magno Malta vendo incentivo à pedofilia no anúncio. 

4. Jeans Ustop, anos 1980
Homens e mulheres uns tirando as roupas dos outros em clima descontraído seriam uma ameaça. Que absurdo: uma das mulheres usa a mesma camisa que um rapaz. E todos terminam juntos como que oferecendo os bumbuns. Mistura perfeita e demoníaca de ideologia de gênero com suruba:

5. Cuecas Mash, 2008
É recente, mas é outro anúncio que não teria mais vez em 2018. O homem veste a cueca em close e ainda vem a mão da mulher no caminho do seu órgão sexual? 

6. Cuecas Mash, 2008
Faz parte da mesma campanha do anúncio anterior. Até uma noiva se junta ao restante das mulheres da cidade para correr atrás de um homem seminu. Essa mensagem explícita contra o casamento e os valores da família poderia até gerar discurso na tribuna do Congresso pelos "deputados de bem".


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.