Rita Ora assume-se bissexual após polêmica com a música 'Girls'

Canção da britânica foi chamada de 'insensível' e 'perigosa' por artistas LGBT

Publicado em 14/05/2018
Rita Ora assume-se bissexual
'Sinto muito se como expressei na minha música machucou alguém', disse a cantora

Após polêmica com sua nova música, a cantora Rita Ora assumiu-se bissexual.

Curta o Guia Gay São Paulo no Facebook

A britânica recebeu críticas nas redes sociais por causa do lançamento de Girls, há alguns dias.

Na faixa, que tem participação de Cardi B, Bebe Rexha e Charli XCX, Rita fala sobre ter ficado com garotas. 

Só que alguns versos dão a entender que suas relações lésbicas foram porque tomou vinho tinto e parecia ter sido só curtição.

As cantoras Hayley Kiyoko, declaradamente lésbica, e Kehlani, que assumiu-se queer mês passado, foram duas das que criticaram a canção.

Para Kehlani, a letra é 'insensível" com a comunidade LGBT e fala de ficar com uma mulher "só por distração".

Já Hayley chama a canção de "perigosa" e diz que apenas alimenta "o olhar masculino enquanto marginaliza a ideia de que mulheres amam mulheres". E arrematou: "Eu não preciso beber vinho para ficar com garotas. Eu amei mulheres a minha vida inteira."

Nesta segunda-feira 14, Rita pediu desculpas no Twitter e escreveu: "Girls foi escrita para representar a minha verdade e é um relato preciso de uma experiência muito real e honesta da minha vida".

"Eu tive relacionamentos românticos com mulheres e homens ao longo da minha vida e esta é minha jornada pessoal."

"Eu sinto muito se como eu me expressei na minha música machucou alguém. Eu nunca causaria danos intencionalmente a outras pessoas LGBTQ+ ou a ninguém."

"Olhando para o futuro, espero que continuar a me expressar por meio da minha arte capacite meus fãs a sentirem-se tão orgulhosos de si mesmos quanto eu estou aprendendo a sentir sobre quem eu sou."

"Eu sou sempre grata aos meus fãs por me ensinarem a amar a mim mesma, não importa o que aconteça. Eu me esforcei para contribuir para a comunidade LGBTQ + durante toda a minha carreira e sempre será."

Aos 27 anos, Rita tem apenas um álbum lançado até hoje, Ora (2012), e faz bastante sucesso em sua terra natal. Dentre seus próprios singles e featurings de outros artistas, a cantora já colocou 12 músicas no Top 10 britânico.


© Todos direitos reservados à Guiya Editora. Vedada a reprodução e/ou publicação parcial ou integral do conteúdo de qualquer área do site sem autorização.